Concurso INSS 2022: Edital é AUTORIZADO com 1.000 Oportunidades para nível médio!

Está confirmado. O Instituto Nacional do Seguro Social vai abrir o seu novo edital de concurso público (Concurso INSS) com 1.000 vagas para o cargo de Técnico do Seguro Social, de nível médio. O aval foi publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira (13/06).

Essa autorização do concurso do INSS já era esperada, uma vez que o processo para abertura do edital passou por inúmeras tramitações ao longo da última semana.

Agora, a expectativa é pela formação de uma comissão organizadora. O grupo de trabalho terá diversas atribuições importantes, entre elas a escolha da banca organizadora.

Agora, o INSS terá um prazo de até seis meses para a publicação do edital de abertura do concurso, a contar a partir da publicação da Portaria. Sendo assim, o concurso deve ser lançado até 13 de dezembro deste ano.

    Pedido do concurso INSS 2022

    Inicialmente, o pedido de concurso do INSS foi feito para o preenchimento de 7.830 vagas em cargos de ensino médio e superior. Do total de vagas solicitadas, 6.084 foram para o cargo de Técnico do Seguro Social, de nível médio e salário de R$5.186,79. O restante do pedido foi para 1.746 vagas de Analista do Seguro Social, de nível superior e remuneração de R$7.659,87.

    No entanto, o INSS reajustou a solicitação para mil vagas no cargo de técnico do seguro social, e não mais 6.084 oportunidades.

    No texto, a Diretoria de Gestão de Pessoas do INSS informou que, diante do cenário restritivo de contenção de despesas públicas e da necessidade de recomposição da força de trabalho do Instituto, a proposta visava alterar o quantitativo de vagas solicitado, de forma a tentar viabilizar a autorização do concurso.

    A ideia é que a recomposição do efetivo ocorra de forma continuada e que os novos servidores atuem na força de trabalho para resolução de benefícios e reconhecimento de direito do Regime Geral de Previdência Social.

    “Propõe-se alteração do pedido feito na NOTA TÉCNICA Nº 4/2021/DIRAT-INSS, direcionado o pedido apenas para o cargo de Técnico do Seguro Social retificando o quantitativo pleiteado em 2021 para 1.000 (mil) vagas para o cargo de Técnico do Seguro Social, dando início a um procedimento de recomposição continuada, até alcançar gradativamente o quadro ideal de servidores”, diz o documento no Sistema Eletrônico de Informações (SEI).

    Cronograma oficial: Pedido de concurso do INSS prevê prazo para provas

    O pedido de concurso do INSS também prevê o cronograma oficial do edital.

    Segundo a solicitação do concurso, o primeiro passo, logo após a autorização do certame no Diário Oficial, será a definição da oferta de vagas do certame, o que deve acontecer no prazo de 3 (três) dias.

    Após definir o quantitativo de vagas, o órgão terá missão de elaborar o projeto básico do concurso, também conhecido como minuta do edital. O documento conta com diversas informações sobre o concurso (período de inscrições, etapas, estimativa de inscritos, conteúdo programático das provas objetivas, entre outras) e serve de base para escolha da banca organizadora.

    O pedido do concurso informa ainda que o prazo para conclusão do projeto básico é de 08 (oito) dias. A banca organizadora deverá ser escolhida em até 23 dias. A assinatura de contrato entre a empresa e o órgão deve ocorrer em até dez dias nessa fase.

    Em seguida, o INSS prevê cinco dias para fechar a elaboração do edital. Após isso, são quatro meses para a prova. O INSS pretende receber inscrições em um período de 30 dias.

    Veja o cronograma sugerido pelo INSS para o concurso:

    • Definição das vagas do concurso INSS – 03 dias
    • Elaboração do projeto básico – 08 dias
    • Envio do projeto básico às bancas organizadoras – 1 dia
    • Recebimento das propostas das bancas – 05 dias
    • Escolha da banca – 01 dia
    • Elaboração do contrato – 06 dias
    • Assinatura do contrato – 10 dias
    • Elaboração do edital – 05 dias
    • Publicação do edital – 4 meses antes da data da prova
    • Inscrições – período de 30 dias

    Déficit de pessoal é grande no INSS

    O déficit de servidores do INSS é alto, o que compromete e muito o desempenho dos servidores. A falta de pessoal, inclusive, consta no pedido de autorização do concurso.

    O INSS argumenta que atualmente são 24.105 cargos vagos no órgão, que atrapalha o desempenho das funções dos servidores, sobretudo a análise dos pedidos de aposentadoria. Esse foi, inclusive, o motivo da greve dos servidores no primeiro trimestre de 2022.

    O último edital do concurso foi aberto em 2015 e, na época, as 950 vagas não supriram a necessidade de servidores.

    INSS pode perder quase 4 mil servidores em 2022

    O INSS chegou no fim de 2021 com nada menos que 3.796 servidores em abono permanência, ou seja, vários profissionais podem deixar a autarquia somente este ano.

    O abono é um incentivo financeiro dado ao servidor público estatutário que deseja continuar trabalhando, escolhendo não se aposentar mesmo já apto para se desligar do órgão.

    Porém, como os funcionários públicos do INSS em abono permanência já podem se aposentar, os servidores podem deixar a autarquia ao longo dos próximos meses. Além disso, o alto número de abonos mostra que o quadro do INSS precisa ser renovado.

    Sobre o cargo de Técnico, de nível médio

    Para concorrer ao cargo de Técnico do Seguro Social do INSS, o candidato deverá ter certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC. O cargo tem missão de realizar atividades internas e externas relacionadas ao planejamento, à organização e à execução de tarefas de competências constitucionais e legais do INSS que não demandem formação profissional específica; coletar informações, executar pesquisas, levantamentos e controles, emitir relatórios e pareceres; e exercer, mediante designação da autoridade competente, outras atividades relacionadas às finalidades institucionais do INSS, além das atividades comuns mencionadas no edital. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

    O vencimento básico é a menor parcela da remuneração do Técnico do INSS. No início de carreira, seu valor é de R$ 712,61; no final de carreira, o valor vai para R$ 1.102,02.

    A Gratificação de Atividade Executiva (GAE) equivale a 160% do vencimento básico. No início de carreira, seu valor é de até R$ 1.140,18; no final de carreira, o valor vai para R$ 1.763,23.

    A Gratificação de Atividade de Desempenho de Atividade do Seguro Social (GDASS) é a maior parcela da remuneração. No início de carreira, seu valor é de até R$ 3.595,00; no final de carreira, o valor vai para R$ 6.234,00.

    Somando-se os valores das remunerações, o valor total inicial é de R$ 5.447,79 para Técnico.

    Último concurso do INSS abriu 950 vagas

    O último concurso do órgão, aberto em 2015 para técnicos e analistas, contou com 950 vagas. Foram 1.087.804 candidatos inscritos. Desses, 1.043.815 eram para o cargo de técnico (com 800 vagas) e 43.989 para analista (com 150 vagas).

    As oportunidades foram divulgadas da seguintes forma:

    -Nível Médio: Técnico do Seguro Social (800 vagas). Salário de R$4.886,87 (chegando a R$ 5.259,87, após seis meses), já incluso as gratificações. Jornada de trabalho de 40 horas semanais.

    -Nível Superior: Analista do Seguro Social (150 vagas). Salário de R$7.496,09 (até R$ 7.869,09), já com as gratificações. Jornada de trabalho de 40 horas semanais.

    Técnico: São Paulo (113), Acre (5), Alagoas (14), Amapá (5), Amazonas (34), Bahia (76), Ceará (22), Distrito Federal (10), Espírito Santo (4), Goiás (40), Maranhão (33), Mato Grosso (26), Mato Grosso do Sul (12), Minas Gerais (82), Pará (84), Paraíba (4), Paraná (37), Pernambuco (35), Piauí (2), Rio de Janeiro (17), Rio Grande do Norte (20), Rio Grande do Sul (49), Rondônia (22), Roraima (3), Santa Catarina (32), Sergipe (7) e Tocantins (12);

    Analista: São Paulo (18), Acre (6), Alagoas (2), Amapá (3), Amazonas (3), Bahia (22), Ceará (7), Goiás (4), Maranhão (4), Mato Grosso (6), Mato Grosso do Sul (7), Minas Gerais (15), Paraíba (4), Rio Grande do Sul (12), Pará (6), Paraná (3), Pernambuco (3), Piauí (1), Rio de Janeiro (4), Rondônia (5), Roraima (2), Santa Catarina (6), Sergipe (1) e Tocantins (5), além do Distrito Federal (1).

    você pode gostar também

    Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

    error: Proibido copias