IBGE divulga novo edital complementar com 25 Oportunidades

Na última segunda-feira, dia 09 de maio, o IBGE publicou edital complementar, com 25 vagas.

Assim, estas novas oportunidades buscam se somar às do concurso de 2021, que ofereceu um total de 6.500 vagas. Isto é, tratam-se dos editais:

  • 2021/03, para Agente de Pesquisas e Mapeamento.
  • 2021/05, para Supervisor de Coleta e Qualidade.

Para conferir o edital do novo certame, que complementa os acima, o candidato deve acessar o site do IBGE, na página da seleção. Além do edital, portanto, também é possível ver o formulário de inscrição, que deve ser enviado por e-mail.

Ademais, é importante lembrar que não é a primeira vez que o IBGE lança um edital complementar ainda neste ano de 2022.

Assim, na última semana, o Instituto complementou edital do concurso de 2019 com mais 106 vagas para:

  • Agente censitário operacional, com 97 vagas.
  • Coordenador censitário de subárea, com 9 vagas.

Entenda melhor, então, como será a seleção.

Quais serão as vagas do edital?

O edital complementar, de número 2022/07, busca ofertar mais 25 vagas para certames de 2019. Desse modo, estas se dividem em:

  • 22 vagas para o cargo de Agente de Pesquisas e Mapeamento.
  • 03 vagas para Supervisor de Coleta e Qualidade.

O cargo de Agente de Pesquisas e Mapeamento, então, exige nível médio de formação e oferece uma remuneração inicial de R$ 1.387,50.

Algumas de suas atribuições serão, por exemplo:

  • Visitar domicílios e estabelecimentos de qualquer natureza, para a coleta de dados visando à realização de pesquisas de natureza estatística.
  • Realizar e agendar entrevistas presenciais ou por telefone, registrando os dados em questionários impressos ou em meio eletrônico.
  • Entregar ao seu superior os questionários preenchidos ou enviados por meio eletrônico os dados coletados.

O cargo de Supervisor de Coleta e Qualidade também exige nível médio completo, contudo, conta com uma remuneração de R$ 3.100.

Além disso, suas atribuições são diferentes, podendo incluir, por exemplo:

  • Organizar, planejar, e executar atividades do organograma de trabalho.
  • Gerenciar os trabalhos das agências de coleta, de acordo com o organograma para as pesquisas e levantamentos.
  • Controlar a produção e a qualidade das atividades de coleta e levantamentos, de elaboração de relatórios e de contribuição no planejamento.

Ademais, ambas as vagas irão contar com:

  • Auxílio Alimentação
  • Férias proporcionais
  • 13º salário proporcional
  • Auxílio Transporte
  • Auxílio Pré-escolar

Então, os profissionais poderão se dirigir a cidades dos seguintes estados:

  • Minas Gerais
  • Mato Grosso
  • Paraná
  • Rio Grande do Sul
  • Santa Catarina
  • São Paulo

Inscrições vão apenas até o dia 13 de maio

Aqueles que desejam concorrer às vagas acima devem ser atentar, pois o período de inscrições se encerra às 17 horas do dia 13 de maio, próxima sexta-feira.

Portanto, para realizar a inscrição, o candidato deve:

  • Primeiramente, acessar o site do IBGE, na página do concurso.
  • Então, será necessário preencher o formulário de inscrição.
  • Com a ficha completa, o candidato deverá enviá-la ao e-mail correto, junto de documento de identificação e titulação acadêmica.

Nesse sentido, é importante lembrar que, antes de prosseguir com a inscrição, o candidato deve ter plena ciência de todas as regras do edital.

Ademais, não haverá qualquer taxa de inscrição.

Por fim, o edital também dispõe de postos para inscrição presencial, caso seja o candidato assim prefira.

Quais serão as etapas desta seleção?

A seleção para Agente de Pesquisas e Mapeamento e Supervisor de Coleta e Qualidade terá uma única etapa.

Dessa forma, os candidatos irão passar por Análise de Títulos, ou seja, a pontuação ocorrerá a partir de:

  • Ensino médio completo: 5 pontos.
  • Curso de graduação incompleto: 7 pontos.
  • Curso de graduação completo: 10 pontos.

Para se classificar, o candidato deverá ter, ao menos, 5 pontos. Além disso, o desempate ocorrerá de forma a priorizar:

  • Aqueles com idade igual ou superior a 60 anos completos até o último dia de
    inscrição.
  • O candidato que exerceu a função de jurado.
  • O candidato com maior idade.

A expectativa, então, é que o resultado final saia no dia 27 de maio.

IBGE poderá ter outro concurso

Além desta nova seleção, o IBGE já pretende realizar novos concursos públicos.

Nesse sentido, o Instituto fez a solicitação de certame com um total de 2.503 vagas para o Ministério da Economia, em abril deste ano. Isto é, visto que esta pasta, com liderança de Paulo Guedes, é a que autoriza ou não o início de novas seleções, em razão do impacto no orçamento.

É importante lembrar, ainda, que os pedidos de órgãos e autarquias devem ser enviados até este mês de maio. Isso se dá visto que este ano de 2022 contará com eleições federais.

Assim, a solicitação do IBGE para novo concurso destinaria 2.503 vagas para os cargos de:

  • Analista de planejamento, gestão e infraestrutura e tecnologista em informações geográficas e estatísticas, com um total de 1.004 vagas.
  • Pesquisador em informações geográficas e estatísticas, com 11 vagas.
  • Técnico em informações geográficas e estatísticas, com 1.488 vagas.

Nesse sentido, o cálculo de gastos levará em consideração as remunerações destas carreiras, quais sejam:

  • R$ 8.488,47 para o cargo de Analista.
  • R$ 9.389,06 para o Pesquisador.
  • Por fim, R$ 3.677,27 para os cargos de Técnico.

IBGE conta com falta de servidores

Os novos concursos e pedidos para seleções estão ocorrendo em razão de falta de servidores no Instituto.

Isto é, visto que segundo o próprio IBGE, este está registrando redução no seu quadro pessoal em razão de exonerações, falecimentos e aposentadorias. Portanto, se faz necessária a reposição destes cargos vagos.

Além disso, o Instituto lembra que já são 7 anos sem uma nova seleção para estes cargos efetivos.

“O concurso mais recente foi realizado em 2015 e, mesmo com essas reposições, não foi possível garantir um quadro mínimo para a manutenção das atividades desta instituição”, explicou.

Por fim, também se deve levar em consideração que cerca de 25% dos servidores já tem os critérios necessários para pedir a aposentadoria a qualquer momento.

“Esse quantitativo pode ser ainda maior, uma vez que, para esse levantamento, foi computado, exclusivamente, o tempo de trabalho no IBGE registrado no SIAPE (sem considerar o tempo de contribuição destes servidores fora desta Fundação)”, declarou o IBGE.

Dessa forma, a fim de não sobrecarregar os servidores que permanecem no Instituto e manter a qualidade do serviço público, é necessário que haja o concurso.

você pode gostar também
error: Proibido copias