Governo do Amazonas e Prefeitura de Manaus capacita produtores na zona rural da capital

 

Foto:

Mais de 25 produtores rurais de 10 comunidades, localizadas no ramal da Cooperativa, na zona rural de Manaus, participaram, nesta terça (26/04) e quarta-feira (27/04), do curso de qualificação em Boas Práticas de Gestão e Manejo da Piscicultura. A formação foi promovida pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), em parceria com a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc).

Além dos produtores, participaram cerca de 10 alunos do Ensino Fundamental da escola municipal da localidade, para estimular a profissionalização dos jovens na zona rural de Manaus.

Com carga horária total de 16h, divididas em dois dias, com aulas teóricas e práticas, o curso foi ministrado pelo gerente de aquicultura da Secretaria Executiva Adjunta de Pesca e Aquicultura da Sepror, Oster Machado. Na atividade, foram abordados temas como qualidade de água, manejo de peixes nos tanques e regularização ambiental.

“Demos ênfase ao monitoramento da qualidade da água, pois é o fator fundamental e preponderante para a criação de peixes. Estamos cada vez levando o conhecimento aos produtores rurais, para que eles possam desenvolver suas atividades dentro das regras e normas de melhores formas de trabalhar na piscicultura”, afirma Oster.

Iniciativa – A profissionalização faz parte do programa Manaus + Agro, da Prefeitura de Manaus, que, em parceria com o Governo do Amazonas, firmada por meio de termo de cooperação técnica, tem levado oportunidade para o produtor rural da capital, realizando cursos, treinamentos e eventos para difusão de tecnologias e para capacitação de agricultores e técnicos de polos rurais de Manaus.

A diretora do Departamento de Agricultura da Semacc, Meyb Seixas, ressalta a importância da parceria entre governo e prefeitura para levar profissionalização, e gerar produtividade, aumento de renda e melhoria na qualidade de vida dos produtores.

“É gratificante que tenhamos tido um alcance tão grande, tivemos 10 comunidades alcançadas. Além do benefício de trazermos os alunos do Ensino Fundamental, é essencial envolvermos os jovens nessa atividade, para que eles possam levar esse conhecimento para dentro da propriedade de suas famílias”, assinala Meyb.

A produtora rural Maria Onete Pereira mora há 20 anos na Comunidade Cristiano de Paula, localizada no ramal da Cooperativa. Ela, que produz hortaliças, conta que agora pretende agregar mais valor a sua produção atuando no segmento da criação de peixes.

“Estamos confiantes que isso vai dar certo. Com o apoio do governo e a da prefeitura, o pequeno produtor rural tem força para trabalhar, criar e plantar, porque saberemos que tem alguém para nos dar a mão”, avalia a produtora.

Participaram produtores dos ramais da Cooperativa, Nova Esperança do Tiú, Igarapé Açu-Tiú, Nova Luz do Tiú, Caniço, do Buriti, Cristiano de Paula, União da Vitória, Novo Paraíso, e Novo Amanhecer.

Segundo a coordenação da Semacc, o próximo curso de Boas Práticas de Manejo e Gestão da Piscicultura ocorrerá no Ramal do Pau-Rosa, para os comunitários da região, nos dias 10 e 11 de maio.


você pode gostar também
error: Proibido copias